domingo, 21 de novembro de 2010

Edição 08 da Revista Go!Faster

Já está nas ruas a nova edição gratuita da Revista Go!Faster, que vêm cada vez mais se especializando em matérias e dicas de aventura e esportes em geral.

Nesta edição, um bike tour de 2 dias pelo interior do Rio Grande do Sul, com mapa completo e possibilidade de download dos pontos em GPS no site da Revista, orientação na Serra do Quiriri, Mountain Do na Lagoa da Conceição e muito mais!

Leia a revista na íntegra na edição online!

Snowboard e ski nas montanhas de Utah

Snowboard and ski in the mountains of Utah. (Translate this article).


Mais um vídeo para inspirar o dia de quem não está neste momento praticando algum esporte no meio da natureza. O vídeo mostra uma dupla de aventureiros acampando e praticando ski e snowboard nas montanhas de Utah, EUA, com cenas gravadas a partir de suas câmeras nos capacetes.

Manobras incríveis em uma bike

Amazing stunts on a bike. (Translate this article).

O ciclista de free trial Danny MacAskill, que impressionou exibindo suas manobras com a bike em um vídeo no YouTube com mais de 21.5 milhões de acessos, acaba de lançar um novo vídeo.

Agora com cenas mais rurais, Danny realiza manobras impressionantes em cenários tanto desafiadores quanto belos. Vale a pena assistir o que este escocês é capaz, enquanto viaja em um motorhome pelo interior de seu país.

sábado, 30 de outubro de 2010

Noite de Halloween para aventureiros

Halloween night for adventurers. (Translate this article).

Rendeu algumas risadas quando entrei hoje no site Gear Junkie do ótimo Stephen Regenold, as dicas de roupas de aventura para a próxima noite de Halloween, neste 31 de outubro.

 
Além da roupa de surf "a lá" Star Trek, da roupa de pena de ganso Peak XV da First Ascent de Eddie bauer que mais parece um homem-mashmallow e da roupa de ski Winter Olympic Skier Speed Suit do Homem-aranha, Stephen propõe alguns outros modelos no site.

Realmente espero não dar de cara com um desses na rua hoje a noite:

Trans Oz Bike Ride 2011

Trans Oz Bike Ride 2011. (Translate this article).


Pra quem gosta de encarar grandes desafios em uma bike, o aventureiro e ciclista Mike Laird preparou uma prova de 3200km através do outback australiano, a Trans Oz Bike Ride 2011.

O próprio organizador da prova já realizou a rota totalmente desacompanhado, sendo a primeira pessoa a realizar esta rota em particular, onde encontrou diversos obstáculos como lagartos gigantes, cobras e aranhas venenosas e longos momentos de solidão.

A prova será composta por 17 estágios, com 2 dias de descanso distribuídas ao longo da rota, sendo que cada estágio terá diferentes distâncias, tipos de terreno e níveis de inclinação, totalizando 19 dias de competição.

É possível escolher entre duas rotas, A e B, que levam do sul ao norte da Austrália, partindo ambas da cidade de Sunbury e chegando respectivamente a Cairns ou Longreach.

No site da competição, limitada a apenas 100 atletas, além da inscrição, é possível ver todas as dicas de preparação e equipamentos, além do que é fornecido pela organização, como alimentação, hospedagem, barraca e outros itens indispensáveis.

Celular 3G no acampamento base do Everest

3G services at the base camp of Mount Everest.(Translate this article).

Foto por Gopal Sharma/Reuters

De acordo com a Reuters, a empresa de telecomunicações Ncell do Nepal acaba de instalar acesso celular 3G no acampamento base do Everest, permitindo que as comunidades locais do vale Khumbu, trekkers e montanhistas possam entrar em contato com o restante do mundo sem os altos custos de telefones satelitais.

Não apenas para ligações telefônicas, a disponibilidade 3G permite transferência de vídeo, som e acesso a internet em altíssima velocidade, permitindo que os aventureiros possam alimentar seus blogs, Twitter, YouTube e outros sites mais facilmente.

Durante os testes, a empresa realizou a mais alta vídeo chamada já realizada, a 5300m de altitude, conforme informou aos repórteres em Kathmandu um dos líderes da Ncell. A empresa indicou que no próximo ano investirá US$ 100 milhões em telecomunicações para garantir acesso a mais de 90% da população do Himalaia.

E aqui em casa, tem dias que acesso 3G Vivo e Claro a 0.5Kb/s ... a 20km de Porto Alegre.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Novo sistema de hidratação Salomon para provas de endurance

New Salomon's hydration system to endurance races. (Translate this article).


Quem é fã da Salomon levanta a mão o/. A marca que é uma das líderes de mercado em equipamentos para esportes de aventura, e fabrica a linha de tênis provavelmente mais utilizada no Brasil para corridas de aventura, lançou um novo sistema de hidratação para provas de endurance.

O novo XT Advanced Skin SLAB é um colete desenhado pelo ultra corredor de trilhas Kilian Jornet, pensado de forma a distribuir o peso no corpo dando mais conforto e estabilidade, em um sistema que se adapta perfeitamente, sem o uso de tirar, reduzindo possíveis pontos de abrasão.

O material altamente respirável e o design anatômico permitem uma fácil utilização dos trekking poles. O equipamento inclui um reservatório de 1.5 litros de água, um apito e um cobertor de emergência, que são carregados no próprio colete.


E o design é arrasador, pra variar.

Vídeo do resgate de montanhista com helicóptero

Video of climber's helicopter rescue. (Translate this article).

Rangers do Grand Teton National Park resgataram no dia 26 de agosto a montanhista Michelle Smith, de 29 anos, após ter sofrido uma queda enquanto realizava uma passagem conhecida como Valhalla Traverse a 3.535 metros de altitude.

Seu parceiro de escalada acabou filmando a longa espera de 3h30min até a chegada do resgate e a remoção da montanhista por helicóptero. A queda ocorreu devido a um escorregão na neve, comum a 13% dos acidentes outdoor de acordo com o porta-voz do parque, Jenny Anzelmo-Sarles.

O resgate foi acionado através de uma ligação por celular do parceiro de escalada de Michelle. Assista ao vídeo completo com todo o relato da montanhista e as cenas pré e pós-resgate.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Novas botas para o seu cão

New boots for your dog. (Translate this article).

Há um tempo atrás postei aqui no blog uma matéria sobre "equipamentos de aventura para cães casca grossa", comentando sobre opções disponíveis no mercado (no exterior) para deixar seu companheiro pronto para as aventuras mais difíceis. Pois a empresa Ruff Wear, altamente especializada no assunto, acaba de lançar mais um produto de segurança para o seu cão.


A novidade é a Bark'n Boots Polar Trex, uma bota de cano longo, feita com solado Vibram (mesma marca utilizada nas melhores botas de trekking de marcas reconhecidas) e tecido superior em soft-shell de 3 camadas, respirável, a prova de vento e resistente a água. Especialmente desenvolvida para a neve ou ambientes frios, a bota possui tiras para fixar às patas do animal e protege-lo tanto do frio quanto de superfícies afiadas.

O preço lá fora é de US$ 89.00 pelo conjunto de 4 botas (sim, lembre-se que são 4 patas).

Fonte: The GearCaster

domingo, 5 de setembro de 2010

Edição 07 da Revista gratuita Go!Faster

 Capa da edição 07

E já está nas ruas em Joinville, Balneário Camboriú, SC, e Porto Alegre, RS, a última edição da revista Go!Faster.

Em sua sétima edição, a revista inteiramente gratuita, tanto em versão impressa quanto online, traz matérias interessantíssimas sobre treinamento funcional, a judoca gaúcha Mayra Aguiar, vias de escalada no Castelo dos Bugres, entre outras.

E, como não podia deixar de ser, a coluna Aventura, onde desta vez comento sobre uma modalidade esportiva que teve origem nos treinamentos militares, vêm conquistando pessoas de todas as idades e gênero, e é a base para qualquer aventureiro outdoor: a Orientação!

Matéria sobre Orientação.

Estão disponíveis também as edições anteriores.
Não deixe de ler!

Bear Grylls em enrascadas agora também em um game

Bear Grylls in a jam now also in a game. (Translate this article).



É, a vida anda agitada pro famoso aventureiro da tv, Bear Grylls. Além de ter iniciado a gravação da quinta temporada de "Man vs. Wild", a primeira temporada de "Worst Case Scenario" (também com estréia no Brasil), ter sido matéria de capa da revista Go Outside e ter passado por uma situação complicada descendo as Montanhas Rochosas no Canadá, quando teve que parar abruptamente utilizando um picador de gelo e teve a câmera de vídeo acertando sua perna após quase entrar em cheio em sua cabeça, Bear está também lançando um game.

O jogo, que está sendo lançado para Xbox 360, Playstation 3 e Nintendo Wii, trará 5 diferentes cenários das aventuras de Bear em "Man x Wild", onde o usuário deverá utilizar toda sua habilidade para sair de enrascadas a altura de seu protagonista na vida real.

Dá só uma espiada aqui no blog em algumas imagens do jogo enquanto espera para comprar o seu.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Trans-Kalahari Adventure Run 1000 km

Trans-Kalahari Adventure Run 1000 km. (Translate this article).


Um grupo de três corredores, e amigos, iniciou neste sábado, 14 de agosto, uma corrida de 1.000 km pelo "deserto" de Kalahari. O projeto intitulado "Trans-Kalahari Adventure Run 1000 km" consiste na travessia de Botswana por trilhas e áreas remotas, em grande parte dentro de parques de preservação e locais de muita vida selvagem.

Os corredores Jukka Viljanen, Kirsi Montonen e Greg Maude, dois finlandeses e um sulafricano, são aventureiros e exploradores experientes, com participações nas corridas ao Pólo Norte (a pé e de mountain bike) e escalada ao cume do Everest em seus currículos. Os três pretendem chamar a atenção à preservação das reservas por onde passarão e em especial a conservação da cheetah (leopardo), para o que estarão apoiando a entidade CHEETAH CONSERVATION BOTSWANA, que trabalha com pesquisa científica e educação das comunidades locais no país.

A corrida irá durar 20 dias, em etapas diárias de 50km cada, com previsão de um gasto calórico diário de até 7000 calorias por atleta (e 400 sachês de gel energético, entre outras fontes de energia). Acompanhe a aventura no blog da expedição.

Novo recorde para volta ao mundo de bicicleta

New record for cycling round the world. (Translate this article).


O ciclista Alan Bates, que partiu dia 31 de março de Bangcok para a tentativa de dar a volta ao mundo de bicicleta em menos de 100 dias, bateu no dia 4 de agosto o recorde da volta mais rápida na modalidade, mas em um total de 114 dias.

Conforme comentado anteriormente aqui no blog, as regras para o recorde permitiam que o ciclista se deslocasse entre os continentes por avião, retomando oficialmente a pedalada a cada viagem.

Aqui no Brasil, Alan Bates chegou vindo do Uruguai, tendo passado por Porto Alegre e subido rumo ao norte até Recife, chegando lá no septagésimo quinto dia de sua jornada. Conforme relatado em seu blog, a percepção de Alan em relação ao Brasil foi péssima. De acordo com o recordista, "as estradas eram em sua maioria em mau estado, de superfície ruim, muitas estradas estreitas e motoristas muito perigosos, sem qualquer consideração pelos outros usuários, especialmente ciclistas. Novamente, os caminhoneiros foram os piores. Conseguimos reunir um monte de gente boa ao longo do caminho, mas o Brasil é uma sociedade violenta e perigosa em alguns lugares. Eu fui quase derrubado da minha bike várias vezes.". Infelizmente, este é o Brasil visto por muitos que vêm de fora, em grande parte com razão.

Alan teve o azar ainda em passar por aqui durante as calamidades que ocorreram com enchentes e temporais no país, tendo passado por locais totalmente arrasados pelo mau tempo.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

DVD da Wenger Patagonian Expedition Race 2010

Wenger Patagonian Expedition Race 2010 DVD. (Translate this article).


Dá só uma espiada no DVD que está para sair de uma das mais fantásticas provas de Corrida de Aventura da atualidade, a Wenger Patagonian Expedition Race. O DVD exibirá a edição de 2010 da prova, que foi realizada no extremo sul do Chile, explorando a área da Terra do Fogo, incluindo o Estreito de Darwin e reserva de Karukinka da Wildlife Conservation Society, a qual a corrida oferece suporte.

Para 2011, o organizador Stjepan Pavicic anunciou que a prova passará pelo terceiro maior campo de gelo da Terra, e já são 10 as equipes inscritas para a prova que irá ocorrer a partir de 9 de fevereiro de 2011.

Salto a partir da extratosfera

Skydive from the Stratosphere. (Translate this article).

O austríaco Felix Baumgartner, que já quebrou recordes de queda livre em saltos de B.A.S.E. jump tanto para o maior salto a partir de uma construção, quanto para o mais baixo, entre vários outros, pretende agora literalmente alcançar um outro nível em seu esporte. Fearless Felix, como também é conhecido, quer realizar um salto a partir da extratosfera terrestre, a uma altitude de 120 mil pés (36.576m).

O paraquedista de 41 anos irá subir em uma capsula pressurizada acoplada a um balão de gás hélio e irá então realizar o salto, prevendo alcançar uma velocidade de até 1190km/h, quebrando a barreira do som. Ninguém até hoje realizou tal feito sem a proteção de algum tipo de veículo. Felix estará utilizando somente um traje especial.

Felix Baungartner e Neil Armstrong em seu aniversário de 80 anos.

Felix esteve presente neste dia 5 de agosto no aniversário do astronauta Neil Armstrong, primeiro homem a caminhar na Lua, juntamente com Alexei Leonov, o russo que foi o primeiro homem a caminhar no espaço, e Thomas Reiter, que participou na mais longa missão espacial tripulada e foi o primeiro alemão a realizar uma caminhada espacial. Armstrong chamou a atenção dos colegas com a observação "acho interessante que temos quatro pilotos aqui, todos os quais são mais conhecidos por sair de algo do que fazê-lo voar ... não podemos ficar dentro de máquinas voadoras!"

Armstrong afirmou ainda que "antes de meados da década de 1940 muitos engenheiros distintos não acreditavam que era possível ir [a uma velocidade] supersonica. Eles pensavam que a nave se desintegraria, o que foi um disparate completo ". E continuou: "Eu acho que um ser humano pode ir [a uma velocidade] supersonica. Eu acredito que é verdade. Há possíveis dificuldades. Não tenho certeza se elas vão se mostrar até você estar rápido o suficiente, ou em ar denso o suficiente para que você comece a criar ondas de choque. E quando ondas de choque influenciam a sua habilidade de estabilizar-se, é uma área difícil de prever. Mas eu acho que é possível. "


O evento será transmitido ao vivo através de 15 câmeras, duas de alta definição acopladas ao paraquedista, desde o salto da cápsula até o chão.

Fontes: National Geographic Adventure e Examiner.com

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Abaixo-assinado: Rejeição às emendas do PL 7288/2010

Este vai na íntegra, encontrado no blog Escaladas no Sul de Odilei Medeiro. Ressalvo apenas que vale para todos os praticantes de esportes de aventura, e não apenas montanhistas e escaladores.

As emendas do PL 7288 exigem o controle de qualquer pessoa que pratique esporte de aventura. Isso significa que só podem ter autonomia de praticar livremente estes esportes a pessoa que passar por um processo de certificação. A CBME e outras Entidades de Administração Deportiva prefere a certificação de instrutores somente, como é o texto original do Projeto. Ajude o montanhismo livre assinando este Abaixo Assinado contra as emendas. Entenda melhor este Projeto de Lei.

Projeto de Lei 7288: Entenda esta lei

O PL 7288 é a nova numeração de um projeto de lei que foi elaborado no Senado pelo Senador Efraim Moraes do DEM da Paraíba. Este Projeto de Lei, elaborado em 2005, visava originalmente controlar o comércio de equipamentos de Esportes de Aventura, para evitar que pudessem ser mal utilizados por instrutores irresponsáveis.

Tal lei gerou um grande descontentamento por conta dos praticantes dos esportes de aventura e também esportes radicais. Após muita discussão, o Projeto de lei foi totalmente reformulado e saiu do Senado de maneira favorável aos praticantes de esportes de aventura, que foi conceituado, separando ele dos esportes radicais. No texto, a lei passaria a exigir das Entidades de Administração Desportiva que certificassem os instrutores destes esportes.

Já tramitando na Câmara, este projeto de lei recebeu três emendas que inverteram a situação e burocratiza a prática livre dos esportes de aventura, pois ao invés de certificar os instrutores, as Entidades de Administração do Desporto teriam que certificar os praticantes.

Uma segunda emenda obrigaria a Entidade de Administração Desportiva a certificar os equipamentos. No montanhismo, isto não mudaria muito a prática, pois os equipamentos já são certificados entidade máxima do desporto no mundo: a UIAA, a qual a CBME é filiada.

Já a terceira emenda isenta o praticante que contrate um serviço de uma empresa de turismo de aventura, pois para este caso, já existe uma lei específica.

A prática de montanhismo não tem um antecedente de acidentes graves no Brasil que obrigue a certificação de montanhistas. Acreditamos que esta certificação não resultará em aumento de segurança, apenas irá burocratizar e desencentivar a prática livre e tradicional de um esporte que existe há mais de 130 anos no país.

Por estes motivos contamos com a sua assinatura para pressionar a Câmara dos Deputados a votarem contra esta emenda. O montanhismo brasileiro precisa de incentivos e não de dificuldades burocráticas para sua prática. Acreditamos que o texto original como proposto pelo Senador será a melhor saída para oferecer um
montanhismo mais seguro.

.:ASSINE A PETIÇÃO CONTRA AS EMENDAS DO PL 7288/10:.

.:ENTENDA MELHOR A EVOLUÇÃO DESTE PROJETO DE LEI SUAS EMENDAS E SIGNIFICADOS:.

Fonte: Altamontanha.com

Expedição Walking the Amazon chega ao final

Walking the Amazon expedition comes to an end. (Translate this article).


Nesta segunda-feira, 09 de agosto de 2010, o ex-soldado britânico Ed Stafford completou a jornada de 28 meses de caminhada desde a foz do Rio Amazonas até o Oceano Atlântico, percorrendo ao todo 6,8 mil km através da selva amazônica. Em grande parte do trajeto, até o final, Ed foi acompanhado por Gadiel "Cho" Sanchez, um peruano acostumado com a vida na selva e experiente na negociação com povos indígenas da região.

No dia anterior ao da chegada, faltando 85km para o final, Ed passou por mais uma entre muitas provações de sua aventura: as 3hs da manhã simplesmente não conseguia mais andar devido a um sono intenso, "daqueles semelhantes a quando você está dirigindo e não consegue segurar", de acordo com Ed. Ao deitar ao lado da estrada para tentar descansar, foi acometido por uma coceira enlouquecedora em todo o corpo, e não conseguia seguir viagem nem relaxar para se recuperar um pouco. Acabaram solicitando ajuda ao fotógrafo Keith que os levou para 3hs de descanso em um hotel, para depois então retomarem a caminhada a partir do mesmo ponto onde pararam.

Durante a longa expedição, Ed sofreu vários ataques de cobras e escorpiões, incontáveis picadas de mosquitos e vespas, foi acusado de assassinato duas vezes e atacado por índios da Amazônia. Ed e Cho sobreviveram na selva com uma dieta baseada em arroz, grãos e peixes, além de farinha de mandioca por diversas vezes. A partir desta experiência Ed pretende tornar-se escritor.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Você no Everest (ou quase)

You at the Everest (or almost this). (Translate this article).


A tecnologia nos permite hoje acompanhar aventuras ao redor do mundo como nunca feito antes. Você pode estar sentado na frente do seu computador, no sofá da sala ou mesmo confortavelmente e bem aquecido em baixo das cobertas na cama (como eu, agora) e ainda assistir em "visão de primeira pessoa" a uma parte da escalada ao Everest.

O vídeo produzido e editado por Theodore Fairhurst, com uma câmera GoPro acoplada ao capacete em sua recente expedição a montanha mais alta do mundo, mostra um pouco do que é a travessia da Khumbu Ice Falls, um dos trechos para o topo do Everest logo acima do acampamento base. Assista!

Energia que vêm de dentro

Energy from inside. (Translate this article).

De volta ao blog, e sempre buscando trazer novidades em dicas de equipamentos diferenciados, aperesento hoje um dispositivo que está sendo lançado na Outdoor Retailer nesta semana, um evento que ocorre duas vezes ao ano em Salt Lake City, Utah, EUA.



O dispositivo é o nPower PEG (Personal Energy Generator), fabricado pela empresa americana Cremont Electric, que tem a proposta de gerar e acumular energia a partir do movimento cinético de suas caminhadas, corridas e pedaladas. A idéia é que enquanto pratica o seu esporte ou aventura, você garanta energia suficiente para recarregar equipamentos eletrônicos como mp3 players, celulares, GPS entre outros.


Para funcionar, o equipamento com quase 23cm de comprimento e 3,8cm de diâmetro, deve ser colocado em posição vertical acoplado a mochila (e no bolso traseiro da camisa da bke, quem sabe) durante a atividade. Com capacidade de armazenamento de 1000mAh em uma bateria de lítio, a indicação é de que 10 minutos de caminhada forneçam aproximadamente 1 minuto de conversa em um iPhone 3G ou 10 minutos de música em um iPod Nano.

Para recarregar os equipamentos eletrônicos, basta concectá-los ao PEG, sendo que ele mesmo pode também ser recarregado através de uma porta USB 2.0, para que você já parta para a aventura com uma carga extra de energia. De acordo com o fabricante, é possível conectar o nPower PEG com mais de 3000 equipamentos diferentes.

Se funcionar como é dito pela Cremont Electric, o nPower PEG é realmente uma mão na roda para quem sai para aventuras de longa distância ou longa duração, facilitando muito a recarga dos equipamentos que hoje são essenciais para nosso conforto e segurança. Quem sabe daqui há alguns anos, com a evolução da tecnologia, será possível recarregar notebooks, iPads, e outros equipamentos maiores.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Maior ginásio de escalada dos EUA

Largest climbing gym in U.S. (Translate this article).

Dá só uma espiada nas fotos feitas pelo pessoal do blog prAna na inauguração do maior ginásio de escalada dos Estados Unidos, o Stone Summit, localizado em Atlanta, Georgia.

Momentos antes da abertura do ginásio. Foto: blog prAna.

Momentos antes da abertura do ginásio. Foto: blog prAna.

Trekking pelado

Naked hiking. (Translate this article).

E dia 21 de junho, conforme o blog Besthike.com,  foi "Hike Naked Day" e ninguém me avisou!!! Perdi essa...

Foto: wikipedia

Equipamento de emergência obrigatório!

Emergency equipment required! (Translate this article).


Richard Davidian, expert do blog Freeoutdoors.com, divulgou sua lista de aplicações para um dos melhores equipamentos (de emergência, pode-se dizer assim) já criados, e item obrigatório de qualquer aventureiro: a "silver tape", melhor conhecida fora do Brasil como "duct tape".

Segue a lista de Richard:

  • * Aplicar em locais de atrito para evitar bolhas.
  • * Fazer uma tala para um osso quebrado.
  • * Imobilizar um entorse do tornozelo ou do joelho.
  • * Usá-lo dobrado para substituir uma alça de mochila rompida.
  • * Prender a sola de uma bota que tenha se desgrudado.
  • * Consertos em uma barraca, lona, isolante térmico ou saco de dormir.
  • * Torcê-la para fazer uma corda para usos múltiplos e variados.
  • * Tapar a boca de um companheiro de caminhada desagradável.
  • * Substituir um cinto para segurar as calças.
  • * Fazer um chapéu contra a chuva.
  • * Prender as hastes dos óculos depois de perder o parafuso que a segura.
  • * Revestir grandes feridas.
  • * Isolar uma garrafa de água para manter a água fria.
  • * Tapar uma bolha, quando você se esqueceu de aplicar nos locais de atrito.

Eu particularmente já usei "silver tape" para fechar um rasgo lateral em um pneu (com câmera) da bike, colocando a fita por dentro do pneu, e deu muito certo, durou várias pedaladas até a troca do pneu.

E você? Compartilhe aqui nos comentários do blog, em que situação também já teve que recorrer a "fitinha mágica" para sair de uma enrascada? Poderá certamente ser útil para alguém!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Upgrade para aventureiros no Google Earth

Google Earth upgrade for adventurers. (Translate this article).

 Fonte: The Adventure Blog

E a sempre genial Google acaba de fazer mais um upgrade no fantástico Google Earth. Hoje o software já é utilizado por aventureiros do mundo todo para planejar suas viagens e expedições, facilitando muito na hora de verificar "aquela trilha", montanhas, rios e tudo o mais.

Agora na versão 5.2, além de poder verificar as informações do GPS mapeadas no software, como já fazia antes, ele também fornece um gráfico com o perfil do seu deslocamento, indicando altura máxima atingida, elevação total, velocidade média e assim por diante. Muitos softwares específicos de GPS, principalmente aqueles direcionados para treinos de bicicleta e corrida, já fazem isto. Mas a vantagem agora é que você já tem a informação direto dentro do Google Earth, com as imagens mais atualizadas da superfície da Terra, e visualização total em 3D.

Além disto, você pode seguir a trilha que você percorreu apenas "arrastando" o controle de animação, podendo também gravar a sequência e compartilhar com amigos e familiares para que possam acompanhar os seus feitos. Assista a este vídeo com uma animação mostrando este recurso:

sábado, 12 de junho de 2010

Dando nós passo-a-passo no iPhone

Making knots on iPhone step-by-step. (Translate this article).

Já publicamos aqui no blog um vídeo bem legal mostrando como fazer diversos nós utilizados para o montanhismo e úteis para inúmeras situações. Pois agora também é possível aprender a dar nós com um aplicativo para iPhone muito legal, desenvolvido pela marca de roupas para aventura Columbia.

O aplicativo se chama "What Knot to Do in the Grater Outdoors", e está disponível para download gratuitamente na loja da iTunes.



Os nós estão separados por categorias, cada uma delas com um objetivo bem definido, e são apresentados em ilustrações bem claras, em várias telas, mostrando toda a sequência necessária para se obter o resultado desejado. Você pode também selecionar os seus nós favoritos para um acesso mais rápido dentro do aplicativo.

O programa cota ainda com uma tela nomeando cada parte da corda e um glossário de termos utilizados nos textos.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Crianças no Everest

Childrens on Everest. (Translate this article).

Pemba Dorje Sherpa, um sherpa nepalês que detém o recorde de subida mais rápida do Everest (oito horas e dez minutos em 2004), espera levar uma criança local ao cume, após o americano de 13 anos, Jordan Romero, ter se tornado a pessoa mais jovem a subir a montanha, no mês passado.

"O Nepal é um país pequeno e não possui uma boa publicidade", disse à AFP Dorje Sherpa. "Eu quero levar uma criança de 11 ou 12 anos de idade até o cume, porque eu acho que todos os recordes no Everest devem ser conquistados por pessoas do Nepal".

Dorje Sherpa, que vive em Kathmandu e nasceu em uma pequena vila no alto do Himalaia, viajou para o seu distrito natal esta semana para tentar encontrar uma criança para levar para o cume durante a temporada 2011 de escalada. Ele está inclusive considerando levar seu próprio filho, Tseten Sherpa, que completará dez anos este ano.

O Nepal não costuma conceder permissão a qualquer pessoa com menos de 16 anos a escalar o Everest. Jordan Romero, acompanhado por seu pai, Paul, escalou a montanha no lado norte do Tibete. Mas Sherpa disse que o Ministério do Turismo concordou em fazer uma exceção para uma criança do Nepal buscando quebrar o recorde do norte-americano.

Fonte: The Outside Blog.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Escaladores ou insetos na parede? Video com Ueli Steck

Climbers or insects on the wall? Video with Ueli Steck. (Translate this article).

Vídeo interessante gravado durante treino de Ueli Steck em preparação para bater recorde de velocidade em escalada no El Captain. Parecem pequenos insetos na parede gigantesca....

O recorde atual foi estabelecido no último outono do hemisfério norte por Hans Florine e Yuji Hirayama com a marca de 2 horas, 37 minutos e 05 segundos. Impressionante quando você considera que a face de 3000 pés de altura foi escalada a primeira vez em1958, um feito que levou 47 dias para ser concluído.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Novo recorde mundial no mergulho No Limits Tandem!

New world's dive record at Tandem No Limits! (Translate this article).

Patrick Musimu  Karol Meyrer na prova do recorde. Foto por Mariska Hooijmans

Karol Meyrer (BRASIL)  & Patrick Musimu (BÉLGICA) atingiram a marca de 121m de profundidade na categoria No Limits Tandem (dupla) estabelecendo um novo recorde mundial.

O recorde foi quebrado durante o Buddy Dive Freediving Event 2010, na ilha de Bonaire, Caribe.
Karol atribui sua evolução à parceria com Musimu, que a levou a aprimorar sua técnica para mergulhos profundos, tornando a brasileira uma das pouquíssimas atletas no mundo à cruzar a barreira dos 100metros de profundidade.

Imagem: arquivo pessoal Karol Meyer

O evento envolve várias atividades como conferências para imprensa, documentário para o canal americano US History Channel e curso de mergulho livre com os recordistas. Além disto, o recorde foi inteiramente coberto, ao vivo, pelo canal europeu SKY SPORT TV channel. Saiba mais sobre os campeões: www.karolmeyer.com e www.patrickmusimu.com

Com esta marca, a mergulhadora brasileira detém nada menos do que 6 recordes mundiais, 2 Continentais, 28 Recordes Sul-Americanos, 6 Brasileiros entre outras marcas importantes.

Fonte: release Karol Meyer

GO!Faster: revista FREE de esportes e aventura

GO! Faster: FREE sports and adventure magazine. (Translate this article).

Revista Go!Faster edição nro. 06

Uma nova publicação de esportes e aventura desponta no sul do país, a Revista Go!Faster.

A Revista Go!Faster, de distribuição gratuita e tiragem bimensal de 3 mil exemplares, está completando 1 ano de vida e lançando sua edição de número 06. Organizada por Rogério Martins, a revista foi criada com foco nas regiões de Joinvile e Balneário Camboriú e notícias do estado de Santa Catarina, mas vêm agora para conquistar espaço também no Rio Grande do Sul.

Estreando nesta edição, a coluna "Aventura" irá trazer dicas no estilo "faça você mesmo", e já entra com uma pedalada muito legal (modéstia a parte, já que sou o autor da pedalada e da matéria) no conhecido Vale do Paranhana, entre as cidades de Três Coroas, Canela e São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul. A sexta edição apresenta também matérias sobre escalada, respiração, reabilitação cardíaca, uso do "kettlebell" na atividade física, a última edição da prova Mountain Do e outras.

Pedal no Vale do Paranhana.

Aqui no RS exemplares impressos da revista estarão disponíveis nas principais lojas de aventura e esportes e academias de Porto Alegre. Você também pode fazer contato aqui pelo blog para saber onde retirar a sua, ou, se preferir, confira a revista na íntegra em sua edição online!!! Estão disponíveis também as edições anteriores.

E dê-lhe Aventura!!!

terça-feira, 25 de maio de 2010

Tecnologia para água potável na sua aventura

Technology for potable water in your adventure. (Translate this article).

OptiPEN Adventurer

Sempre que você sai para uma aventura que envolva mais de um dia, o abastecimento de água se torna um problema. Dependendo de quanto tempo irá durar sua aventura, do tipo de atividade, o quanto de reidratação será necessária, se terá algum tipo de suporte externo (carro de apoio, mulas, pontos de água potável), nem sempre é viável carregar toda a água necessária (mesmo com um equipamento estilo dromedário).

Além disto, no mundo de hoje, é bastante raro encontrar-se uma fonte de água na natureza totalmente confiável, que pode ser ingerida sem riscos de contaminação. Mesmo em locais totalmente selvagens e ainda teoricamente intocados pelo homem, um curso de água pode estar contaminado por um animal selvagem morto mais acima no rio.

Para isto, existem diversos tipos de filtros disponíveis no mercado, vários de excelente qualidade, com capacidade de bloquear a passagem de microorganismos e poluentes, assim como pílulas, gotas e pastilhas que "esterilizam" a água.



Mas uma novidade no mundo da aventura (não tão novidade para criadores de peixes), que está sendo cada vez mais utilizada no exterior, são os dispositivos com luz ultravioleta. A radiação ultravioleta tem a capacidade de eliminar microorganismos, bactérias, protozoários, vírus e outros organismos vivos. Quando colocada na água, realmente a esteriliza por completo.

O que a empresa SteriPEN fez foi tornar a luz ultravioleta portátil e fácil de ser utilizada pelos aventureiros. Com diversos modelos disponíveis em seu site, eles garantem a eliminação de 99,9% de microorganismos, bactérias e protozoários em 1 litro de água com a aplicação da luz por apenas 90 segundo, com tempo de vida de 8000 aplicações.

A diferença entre os modelos está basicamente em recursos adicionais, como leds de alerta, visor LCD e design, e a empresa já recebeu diversos prêmios com seus produtos. No site você pode conferir diversos testes e estudos científicos comprovando a eficiência desta tecnologia.

Particularmente vejo apenas como um porém o fato de não prever realmente a filtragem da água, bloqueando particulas maiores. Existem alguns filtros portáteis muito eficientes que deixam uma água marrom totalmente cristalina, o que não irá acontecer com este equipamento. Talvez uma combinação dos dois tipos de filtros seja mais efetiva.

Assista também aqui no blog ao video publicado pela Hiking Lady demonstrando o uso do produto.

sábado, 22 de maio de 2010

Vídeo no cume do Everest

Video from the Everest's summit. (Translate this article).

O Portal Extremos divulgou o primeiro video da escalda ao cume do Monte Everest da temporada 2010. Dá uma conferida nos últimos momentos da equipe da Expedition Hanesbrands rumo ao topo, com o líder Jamie Clarke.  Acompanhe também muito mais informações sobre as conquistas da temporada à montanha mais alta do mundo no blog especial sobre o Everst do Portal Extremos.

Recorde no Everest: Jordan Romero é o mais novo montanhista no cume

Record at Everest: Jordan Romero is youngest on summit. (Translate this article).

 Jordan e Paul Romero em aventura anterior nos EUA.

O garoto americano Jordan Romero, de apenas 13 anos de idade, tornou-se o mais jovem montanhista a alcançar o topo do Monte Everest, nesta sexta-feira, dia 21 de maio, quebrando o recorde anterior, como parte de sua tentativa de escalar os picos mais altos em todos os sete continentes.

Um porta-voz de Jordan, disse que a equipe o chamou por telefone via satélite a partir do cume da montanha mais alta do mundo, a 8.848 metros acima do nível do mar.

"Seus sonhos agora se tornaram realidade. Todo mundo parecia incrivelmente feliz", dizia a frase no blog de Jordan neste dia 21 de maio pela manhã.

O adolescente, que escalou o Monte Kilimanjaro na África, quando tinha 10 anos disse que foi inspirado por uma pintura em seu corredor da escola que mostrava os maiores cumes dos sete continentes.

O recorde anterior para o mais jovem montanhista a escalar o Everest pertencia a Temba Tsheri, do Nepal, que atingiu o pico aos 16 anos de idade.

"Estou muito orgulhoso dele", disse a mãe de Romero à Associated Press por telefone pouco antes de chegar ao pico, quando ela viu o sua posição através do rastreador GPS online em seu website.

Romero, de Big Bear, na Califórnia, foi escalar o Everest com o pai, o aventureiro Paul Romero e sua namorada Keren Lundgren, e mais três guias Sherpa. Ele partiu para o pico do acampamento base do a partir do lado tibetano.

Everest foi primeiro desafio de Jordan acima de 8mil metros.

Ao contrário do vizinho Nepal, a China não tem limite de idade para os escaladores. Romero registrou-se com as autoridades chinesas em abril, disse Zhang Mingxing, secretário-geral da Associação de Montanhismo China-Tibete .

A equipe planeja fazer algo especial para Romero no topo da montanha.

Fonte: The New York Times e JordanRomero.com

Recorde no Everest: Apa Sherpa chega ao cume pela 20a. vez

New World Record: Apa Sherpa Summits Mount Everest for the 20th Time. (Translate this article).

 Apa Sherpa na cascata de gelo Khumbu em preparação a investida ao cume.

Nesta quinta-feira, 20 de maio, o nepalês Apa Sherpa quebrou o recorde mundial de escaladas ao topo do Monte Everest, sendo o homem que mais esteve no cume da montanha em toda a história.

O objetivo de Lhakpa Tenzing Sherpa, conhecido como APA, em escalar este ano foi para ajudar os esforços para aumentar as oportunidades educacionais na região de Khumbu, que inclui as áreas ao redor do Monte Everest.

Em uma declaração que ele preparou na expectativa de alcançar o cume, ele disse, "Eu sou grato por ter sido capaz de escalar o Monte Everest pela vigésima vez. Subi esse ano para aumentar a consciência sobre a fundação Apa Sherpa, que é dedicada a aumentar as oportunidades educacionais para as pessoas na região do Himalaia. Eu também subi para chamar a atenção para os danos causados ao Himalaia por causa da mudança climática global ".

A Apa Sherpa Foundation recentemente foi organizada como uma fundação sem fins lucrativos, para ajudar Apa a ampliar as mesmasoportunidades educacionais que seus filhos tiveram aos seus colegas Sherpa no Khumbu.

Apa foi nomeado Embaixador da Boa Vontade para as Alterações Climáticas da SAARC. A Associação Sul-Asiática para a Cooperação Regional inclui Bangladesh, Butão, Maldivas, Nepal, Paquistão, Índia, Sri Lanka e Afeganistão.

Fonte: ApaSherpa.com

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Vídeo da Expedição ao Pólo Norte de Eric Larsen

Eric Larsen's North Pole Expedition Video. (Translate this article).

Quer ter uma idéia do que significa uma expedição ao Pólo Norte? Dá uma conferida neste vídeo do explorador Eric Larsen, que recentemente realizou o feito com outros dois companheiros, como parte do seu projeto "Save the Poles".

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Fome de aventura ou na aventura?

Hungry for adventure or hungry at your adventure? (Translate this article).


Vai sair pra uma aventura, um acampamento selvagem e tá levando aquele pacote de massa instantânea de novo? Independente de onde você vai, seja na travessia Petrópolis Teresópolis para encontrar o @trekking e o @ffliess no próximo feriadão, seja numa aventura guiada com o @aventureiros, ou mesmo estando em casa louco de fome porque esqueceu do tempo acompanhando as aventuras no Extremos o dia todo, saiba que você não precisa ficar dependente do macarrão.

Dá uma conferida no site Trail Cooking, especializado em dicas para "cozinha em trilhas". Nesse site você encontra desde dicas de equipamentos para cozinha outdoor, planejamento da quantidade de comida a levar em uma aventura, técnicas especiais para quem quer aprender como fazer e uma grande quantidade de receitas práticas e saborosas, para todos os gostos.  As receitas são separadas por categorias, para almoço, janta, lanches, comida congelada, comida vegetariana, sobremesas, café da manhã, sopas... é só escolher e se preparar para passar bem!

Bom, não é chegado na cozinha? Então vai de Liofoods, que apresenta uma série de pratos liofilizados já prontos para o preparo fácil e rápido. Só não esquece de passar na BigWall para comprar um bom fogareiro e kit de cozinha, quem sabe da Primus, selecionado especialmente pelo pessoal da Proativa para o mercado aqui no Brasil?

Recados e brincadeiras a parte com parceiros e parcerias da aventura, ficam as dicas de um site bacana para você planejar sua alimentação outdoor, se gosta de cozinhar, ou da ótima solução que a Liofoods trouxe com seus produtos, além de uma galera bacana de acompanhar na web. Bom rango!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Comercial da Suunto (via @ffliess)

Suunto commercial. (Translate this article).

Comercial "10" produzido pela Suunto para divulgar seus (fantásticos) produtos. Se tem uma marca confiável em instrumentos de precisão, é esta. Assista o vídeo divulgado pelo @ffliess (e pela @SUUNTOBRASIL claro).

Prático "mini-maçarico" para uso outdoor

Practical mini-torch to outdoor use. (Translate this article).

Entre os produtos selecionados no "Editor's Choice Awards 2010", da revista Backpacker, está um acessório simples e eficiente produzido pela empresa Soto Outdoors. Trata-se do Poket Torch (ou maçarico de bolso), um pequeno case que transforma qualquer isqueiro comum (exceto Bic, de acordo com a revista) em um prático maçarico.

A idéia é que você não precise manipular refill de gás butano para outros tipos de ferramentas semelhantes, simplesmente trocando o isqueiro, e garantindo uma chama azul intensa mesmo nas condições climáticas mais difíceis. A temperatura da chama pode chegar a 1300°C, e ainda assim o tempo de vida do gás do isqueiro aumenta em até 60%.


De acordo com os testes da Backpacker, utilizaram o produto para acender fogareiros e fogueiras nas mais diversas condições, do frio dos Alpes às terras molhadas do País de Gales. De acordo com o fabricante é possível até utilizar o Pocket Torch para fazer pequenas soldas e emendar objetos plásticos. já que a chama produzida chega a mais de 1cm de comprimento.

O Poket Torch pesa apenas 50g (sem o isqueiro) e tem 11cm de comprimento, por 6cm de altura e 2,3cm de espessura, podendo ser facilmente guardado entre seus equipamentos de cozinha ou segurança.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Balão de resgate

Rescue balloon. (Translate this article).

O Blog do site GetOutdoors divulgou uma grande idéia, daquelas que você olha e pennsa: "porque não pensei nisto antes?". Para mim é quase um "ovo de colombo". A idéia é simples. Se você está perdido em algum local remoto de difícil visualização (tendo acionado ou não um resgate), basta abrir sua latinha, remover o balão de resgate, inflá-lo com o gás Hélio (da própria lata) e soltá-lo para que suba até a extensão total da corda que o prende a lata.

Mas por enquanto, até onde se sabe, é apenas uma idéia no papel. Seria um excelente item para seus equipamentos de segurança, podendo até caber no seu kit de primeiros socorros. Alguém disposto a fabricar ou criar um protótipo?

Espiada no Tour d'Afrique

Peek at Tour d'Afrique. (Translate this article).

No post anterior divulgamos o trabalho do Cristiano Werneck aqui no Brasil com o Tour d'Afrique. Quer dar uma espiada no que é pedalar do Cairo até a Cidade do Cabo? Dá uma olhada nesse vídeo enviado pelo Cristiano:

Dream Tour – A Cicloviagem dos Sonhos

Dream Tour - A bicycle trip of Dreams. (Translate this article).

Enchente na estrada para Safaga, Egito. Tour d'Afrique.
Foto por Allison Barnes

Muitas vezes somos questionados em relação a nossos Tours Épicos: “por que eu não poderia fazer isso por conta própria?”. Nossa resposta é sempre a mesma: “Você poderia”.

A beleza do ciclismo de longa distância está aí, para qualquer um com uma paixão em explorar e certa habilidade para tomar decisões e resolver problemas no caminho.

O Dream Tour, inglês para Viagem dos Sonhos, é um projeto de web 2.0 do Tour d'Afrique. Trata-se de um espaço em nosso webiste onde as pessoas postam o roteiro de viagem que mais gostariam de fazer de bicicleta. No momento em que houver um determinado número de interessados, abre-se as inscrições para o tour em nosso site, e se a viagem se tornar uma realidade, seu idealizador participa de graça.

Pelotão do Tour d'Afrique no Dinder National Park, Sudão. 
Foto por Kelsey Wiens

No momento, temos duas destas viagens que se tornaram realidade.A “Rota do Âmbar” começa em meados de julho de 2010 (já está quase) e segue a antiga rota de comércio dos romanos, que ligava o Mar do Norte e o Mar Báltico à Itália. A “Aventura na Índia” acontecerá em 2011, e com início no Taj Mahal, atravessará toda a Índia de norte a sul.

E você, qual a cicloviagem dos seus sonhos? Se deseja participar, envie um e-mail para  cristiano@tourdafrique.com Se você consegue escrever e ler em inglês, clique aqui e crie já a página da sua viagem.

Sonhe, compartilhe...Viaje de graça.
Por Cristiano Werneck.

Moinen do Canada pedala pela nova rodovia entre Wadi Halfa 
e Khartoum, Sudão, enquanto locais curiosos o observam. Foto por Gerald Coniel

Sobre o Tour d’Afrique:

“Parte do conserto de um mundo partido, e da salvação de um sistema falido,  está na criação de um capitalismo mais “higiênico” e em encorajar as pessoas a agir sempre que virem corrupção, injustiça e degradação ambiental.” - Henry Gold, fundador do Tour d’Afrique.

O Tour d’Afrique Ltda,  é uma empresa com sede em Toronto, no Canadá, batizada com o nome de seu principal produto, uma viagem em bicicletas que, ano após ano, atravessa o continente africano de norte a sul (12.000 km por 10 países em 4 meses). O Tour d'Afrique beneficia, direta e indiretamente, países de terceiro mundo, ao organizar e realizar expedições e competições transcontinentais em bicicletas, com até 4 meses de duração. Hoje, atravessamos mais de 30 países por 4 continentes.  Nossos outros “tours” transcontinentais são a “Rota da Seda” (4.000km/44 dias, Turquia ao Uzbequistão) e a Vuelta Sudamericana (12.000km/134 dias, Rio de Janeiro a Quito, no Equador).

A missão do Tour d’Afrique é criar eventos ciclísticos que atraiam tanto  amadores quanto profissionais.  A idade dos participantes varia entre 18 e 80 anos, tendo todos em comum  o espírito altamente aventureiro e o desejo por experiências de viagem verdadeiramente transformadoras. 

O recém lançado “Dream Tour”, o projeto web 2.0 “Cicloviagem dos meus sonhos” incentiva as pessoas a postarem a viagem de seus sonhos no site para ser oferecida para todo o mundo. 

A fundação Tour d'Afrique "devolve" algo às comunidas afetadas pelo Tour, e também batalha para o aumento da consciência acerca dos inúmeros benefícios da bicicleta como um meio de transporte saudável e sustentável.

Para mais informações, entrevistas ou fotos em alta resolução, favor entrar em contato com Cristiano Werneck / +55 31 8204-1110 / cristiano@tourdafrique.com.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Snowboarding com 1 ano de idade!!!

One year old snowboarder. (Translate this article).

Esse saiu no The Adventure Blog. Me desculpem os marmanjos que mal conseguem se equilibrar em pé, mas o que dizer depois de assistir ao vídeo da pequena Ava Marie, praticando snowboard com apenas 1 ano de idade!?!?! Aposto que a maioria de nós caminhava "e olhe lá" nessa idade. ;)


sábado, 1 de maio de 2010

Noite de Pecha Kucha - aventuras com Al Humphreys

 Pecha Kucha Nights - adventures with Al Humphreys. (Translate this article).

 Al Humphfreys

O ciclista e excelente escritor Alastair Humphfreys, que iniciou suas aventuras quando jovem, logo após terminar o segundo grau, partindo para uma aventura de um ano na África, e que já deteve o título da volta mais rápida ao mundo de bicicleta, está com um projeto semanal para levantar fundos para a entidade Hope and Homes for Children.

A idéia do projeto é simples, de acordo com o próprio autor: semanalmente ele organiza um encontro aberto com aventureiros para falarem sobre suas aventuras e estilo de vida, em uma apresentação no formato "Pecha Kucha", onde a pessoa deve realizar sua fala em apenas 20 slides de 20 segundos cada, em um total de 6min40s. São apresentações rápidas e envolventes, em relatos admiráveis.

Toda a sexta-feira, Al Humphreys divulga em seu site um vídeo com a apresentação. A desta última sexta, 30 de abril, foi da remadora Sarah Outen, da qual já falamos aqui no blog, e que está no Guiness Book of Records por ser a primeira mulher a remar solo o Oceano Índico. Assista a apresentação de Sarah no Vimeo de Al Humphreys, assim como várias outras apresentações (incluindo uma do próprio Al):

Living the High Life - Ben Clowes.
On Risk - James Hooper.
Arctic Experiences - Martin Hartley.
An A to Z of Adventure - Alastair Humphreys.

Treino indoor para escalada em gelo

Indoor trainning for ice climbing. (Translate this article).


A empresa britânica Alpkit acaba de lançar no mercado uma invenção do alpinista Pete Dollman, o Figfour. A estranha ferramenta nada mais é do que um simulador de "picaretas" para escalada em gelo, de forma que os adeptos a este tipo de escalada possam realizar seus treinos em paredes artificiais.

De acordo com o site GearCaster, o Figfour permite que você realize diferentes tipos de movimentos, simulando uma escalada mista em gelo e fortalecendo a musculatura necessária para seus próximos desafios em paredes geladas.


A ferramenta possui cabo ergonômico com duas posições de pegada, de forma a imitar as picaretas originais. Uma borracha reforçada de 32cm é fixada ao cabo, de forma que o atleta possa enganchá-las em praticamente qualquer tipo de agarra. Pesando apenas 700 gramas o par, o Fingfour aguenta até 3kn de força. O equipamento já está disponível para venda no site da Alpkit, com possibilidade de envio para o exterior.

Assista no vídeo abaixo a uma explicação do próprio inventor da ferramenta e sua demonstração de uso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...